O Continente de Griavere

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O Continente de Griavere

Mensagem por Behemoth em Seg 13 Fev 2017 - 19:49

[tituloOficial]O Contintente de Griavere[/tituloOficial]

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

O continente de Griavere é dividido em duas partes, atualmente. A maior parte ainda é controlada pelos corrompidos, enquanto o resto ainda está nas mãos dos "vivos", como alguns chamam. O norte do continente vive em guerra constante, sendo o palco de grandes batalhas para retomar um pouco mais de espaço. Apesar de boa parte da terra ter sido coberta e destruída pelas trevas, o que ainda resta é bastante diversificado.

Com exceção das terras de Niflheim, o atual continente é marcado por cidades-estado independentes, que têm seu governo nas mãos dos detentores das riquezas, os quais, em assembléia, se reunem e definem um "Rei", como é chamado, o qual fica responsável por toda a administração. Além das cidades, alguns vilarejos se espalham pelo território, os quais produzem boa parte dos produtos vendidos nas cidades. Os vilarejos geralmente são administrados pelo morador mais velho, o "Ancião" do vilarejo.

De tempos em tempos, os Reis, que mantém uma diplomacia superficial em forma de uma organização conhecida como "Liga das Cidades", se reúnem na capital, Alfirin Barad, para discutir assuntos internos. Porém, embora aparentemente haja paz no que restou de Griavere, tramas mirabolantes são preparadas por debaixo dos panos em todo tempo, em nome da ganância dos governantes e grandes mercadores do contente.

Como exceção, temos Niflheim, o último reino de Griavere, cuja família não se envolveu na guerra e graças a isso pôde manter seu território e soberania. Na região nevada ao sul, um rei da antiga linhagem da nobreza do continente governa, numa monarquia absolutista, suas terras. Niflheim e a Liga das Cidades mantém uma diplomacia tão superficial quanto a das cidades-estado em si, tentando apunhalar-se pelas costas enquanto apertam as mãos.

[subtituloOficial]Terra de Ninguém[/subtituloOficial]

Do território ao redor da cidade que fora um dia conhecida como Londor, hoje resta apenas um ermo deserto. As areias que se espalham na Terra de Ninguém, separada do resto do continente pelos Picos Elementais estão sempre misturadas ao sangue vermelho e negro das forças humanas e corrompidas. Embora a humanidade tenha sido capaz de deter a invasão, não foi possível salvar a cidade, hoje uma pilha abandonada de entulho. As frontes de batalha que se formam na região fazem com que as ruínas da cidade antiga e das vilas próximas sejam constantemente tomadas como pontos estratégicos, revezando-se entre os lados da batalha. Ser mandado para cá é o mesmo que sentenciado à morte.

Mapa:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

1. Ruínas da Cidade de Londor
1.1. Vilarejo de Dunoon
1.2. Vilarejo de Arran

9. Forte Uist
10. Forte Hamilton


[subtituloOficial]Planícies de Hostgath[/subtituloOficial]

As Planícies de Hostgath são as terras mais afetadas pela contínua guerra entre os vivos e os corrompidos. Seu reino vive à beira dos Picos Elementais, onde sua população convive com o constante medo de uma invasão. O governo é severo com estrangeiros, com uma população xenofóbica, mas não os culpe, pois, vivem sobre grande pressão psicológica e estrangeiros são tratados como possíveis ameaças. Há um grande número de magos de diversos tipos, principalmente Bestiais, pois, é o principal ponto de passagem de tropas e mercenários. Caso queira um bom atendimento procure não passar mais de dois dias no reino.

Mapa:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

2. Cidade de Hostgath
2.1. Vilarejo de Aberfoyle
2.2. Vilarejo de Amulree
2.3. Vilarejo de Dunblane

5. Cidade de Abeh-Tok
5.1. Vilarejo de Dornach
5.2. Vilarejo de Montrose
5.3. Vilarejo de Kinloch Rannoch

12. Ruínas de Drummore


[subtituloOficial]Florestas de Alfirin Barad[/subtituloOficial]

Capital do que restou do continente de Griavere. Possui conexões com todas as outras capitais, via mar ou terrestre, e sua população é dividida em concentrações Bestiais e Humanas, com segregações bem destacadas onde as áreas mais pobres são os bairros Bestiais. Quase nenhum destes possui influência no governo ou no comércio. Suas vilas são tão movimentadas quanto cidades principais de outros reinos e, a capital Alfirin Barad, domina os rankings em roubos e assassinatos, sendo extremamente perigosa, diretamente proporcional às oportunidades de crescimento de vida lá dentro. Grandes comércios para todos os tipos.

A população vive em tranquilidade, pois, a floresta que cerca suas cidades possui uma certa magia provinda do Burgo de Milui-Tir. Dizem que magias antigas protegem as florestas do mal, os viajantes sentem-se tranquilos pois ninguém é roubado dentro da floresta, sem falar na incrível mágica de que todos os perdidos acabam encontrando o Burgo. O próprio governador da cidade trata-se de um homem mais idoso que toda sua população, mas que continua a ter a aparência de um jovem no florescer da vida adulta.

Mapa:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

3. Cidade de Alfirin Barad
3.1. Vilarejo de Ceglum
3.2. Vilarejo de Dalmally
3.3. Vilarejo de Invergarry

4. Burgo de Milui-Tir
4.1. Vilarejo de Spean
4.2. Vilarejo de Tarbert

11. Cavernas de Peebles

[subtituloOficial]Pântanos de Kain[/subtituloOficial]

Um lugar castigado pela natureza, cada passo é uma batalha contra o ambiente hostil e inóspito. Não são muitos que conseguem habitar nessa área, mas aqueles que vivem já estão habituados ao forte odor do pântano que segue por toda a extensão, cheiro característico para as fronteiras.

É uma região muito úmida e geralmente quente, onde os habitantes são quase alheios aos acontecimentos mundanos, se importando pouco com outra coisa além de sua própria sobrevivência. Os aventureiros mais corajosos e teimosos são, curiosamente, desta região. Talvez uma característica típica destes.

Mapa:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

6. Cidade de Klein-Tok
6.1. Vilarejo de Kinlochewe
6.2. Vilarejo de Keith
6.3. Vilarejo de Glenrothes

14. Torre de Ledmore

[subtituloOficial]Terras Gélidas de Niflheim[/subtituloOficial]

Região montanhesca e sempre nevada. As cadeias de montanhas elevaram o terreno e criaram uma barreira natural que retém todo o ar frio. O verão para esse lugar é quando não há neve caindo. Uma população mais bruta e com seus próprios princípios, sendo completamente a parte do resto do continente. São pessoas mais simples, contudo, com muito mais valor moral. Para eles, tudo deve ser merecido, então patentes altas são concedidas por feitos grandiosos ou que minimamente lhe conceda tal cargo.

Uma população orgulhosa (não xenofóbica, muito longe disto) em que não se envergonha de seus hábitos ou tradições, crescidos em uma área dura com neve e muita rocha, talhando e moldando o caráter a força, geradora de grandes guerreiros que veem na batalha uma chance de alcançar o ápice de sua vida, com uma morte honrosa que lhe conceda grandes benefícios em sua morte. Seu atual soberano, o rei Bjorn Bloodsnow, foi recém coroado. O antigo rei foi morto em batalha e vingado pelo seu próprio filho contra os corrompidos.

Mapa:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

7. Cidade de Southgard
7.1. Vilarejo de Carnoustie
7.2. Vilarejo de Cupar

13. Cavernas de Kilmahog

[subtituloOficial]Ilha de Tropius[/subtituloOficial]

Consideravelmente nova, a população que ali se instaurou é formada, por grande parte, refugiados ou famílias ricas que quiseram escapar da pressão da guerra. Uma ilha tropical, com clima muito mais ameno e acolhedor que algumas regiões de onde habitavam. Tornou-se um grande ponto turístico e domina os mares com grandes embarcações. Não possuem nenhum interesse bélico, ao contrário, são completamente mercantes e desprezam o envolvimento com a guerra, apesar de oferecerem muito suporte financeiro. Graças a eles não se escutam falar de piratas a muitos anos, os mares se tornaram mais seguros para navegantes.

Mapa:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

8. Burgo de Tropius
8.1. Vilarejo de Dorsue

15. Torre de Lochnagar

[subtituloOficial]Pequenas Ilhas[/subtituloOficial]

Duas pequenas ilhas vulcânicas, não se sabem a origem destas ou se alguma vez já foi habitado. Ninguém jamais ousou pisar nestas, mesmo que apenas um dos vulcões esteja ativo. É um risco que ninguém quer ter. Boatos passam de boca em boca sobre criaturas ou um ser extremamente poderoso que impede que o segundo vulcão exploda. Outros comentam ser a morada dos deuses.

Mapa:

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

16. Ilha de Ferrakind

17. Ilha de Lauder
avatar
Behemoth
Admin

Mensagens : 161
Data de inscrição : 10/07/2011
Idade : 21

Player
Nickname: Rômulo

Ver perfil do usuário http://talesofgriavere.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum